> Palavras não ditas.

.

►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄



Nos meus disfarces mais sutis, pego-me nas minhas mentiras, e como você ainda não percebeu? Não sei. Mas vou vivendo-as para que assim, minha verdade não seja exposta.
Muita intimidade. Muito afeto. Você vai vivendo, eu também. E a nossa liberdade é que nos aproxima tanto. Tanta aproximação, nenhum compromisso. Pode ser erro, mas nenhuma palavra será expressada. Um dia, você pode até partir para sua "tal liberdade". Longe de mim. Eu não irei impedi-lo de ir. Mais um erro. Porém ficarei torcendo para que um dia você volte. E ao voltar, espero que não seja tarde demais...

E eu não te ame mais.


Ingrid Rodrigues
►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄►◄

Postar um comentário