> Palavras não ditas.: Dezembro 2010

Dor ...


.

...ela vem de várias formas, quando ficamos doentes sentimos dor, vamos ao hospital, os médicos receitam remédios para tomarmos, com isso a dor ameniza ou some.
Tem também aquelas "pontadinhas" dolorosas normais que vivemos no dia-a-dia, devido a raiva que passamos ou outra coisa do tipo. Mas, tem dores que vem no seu nível mais elevado, que tira nossa alegria, e bloqueia tudo ao nosso redor, fazendo agente se concentrar somente no quanto dói.
Como lidamos com a dor é problema nosso, superamos, anestesiamos, abraçamos, ignoramos ou simplesmente vamos levando.
O que nos resta é descarta-la e esperar para que ela passe sozinha.

Não existe soluções fáceis para curar uma dor, algumas vezes podemos até contorná-la, mas na maioria das vezes a dor nos pega onde menos esperamos.


A verdade é que não tem como contornar
a dor,temos que superá-la por que a
cada dia a vida dói mais.




Gray's Anatomy
adaptação Ingrid Rodrigues

Will you be there


.


In our darkest hour
In my deepest despair
Will you still care?
Will you be there?

In my trials and my tribulationsThrough our doubts and frustrations
In my violence
In my turbulence
Through my fear and my confessions
In my anguish and my pain
Through my joy and my sorrow
In the promise of another tomorrowI'll never let you part
For you're always in my heart



No nosso momento mais sombrio
No meu pior desespero
Você ainda vai se importar?
Você estará lá?
Nas minhas provações e minhas tribulações
Pelas nossas dúvidas e frustrações
Na minha violência
Na minha turbulência
Pelo meu medo e minhas confissões
Na minha angústia e minha dor
Pela minha alegria e minha tristeza
Na promessa de um outro amanhã
Nunca deixarei você partir
Pois você está para sempre no meu coração



Michael Jackson.

Chega!


.




E eu corro no espelho de novo e repito cem vezes que não gosto de você. Não gosto de você. Não gosto de você. Porque se eu gostar de você, eu sei que você vai embora. E eu simplesmente não aguento mais ninguém indo embora. Porque nessa vida maluca só se dá bem quem ignora completamente a brevidade da vida e brinca de não estar nem aí para o amor. E eu preciso me dar bem e por isso ignoro minha urgência pelo amor. A minha urgência por você. Porque, se você sentir urgência em mim, vai é correr urgente daqui.
Chega!



tati b.

' viver


.


Não temos que ter medo da morte, e sim de morrermos sem termos vivido.

.


.


Encontro-me mais uma vez, deitada em minha cama , presa ao meus pensamentos - eles são tantos- divida entre tantas coisas.
E na incerteza do futuro, não sei se cabe a mim, tomar certas decisões. Mas cabe a mim procurar minha felicidade.

Reason to live


.


Você é a razão por que eu vivo
Quando o sol se põe
Nós mergulhamos na noite,
Você é a razão porque eu entrego
Entrego a você todo o meu coração
Invés do meu orgulho, invés do meu orgulho
Eu vejo o seu rosto por todo lugar que eu vou
Eu escuto a sua voz no vento que bate
Às vezes me pergunto se estou perdendo o chão
Mas eu sei que um grande amor é difícil de se encontrar.


Resposta.


.


Era hora de deitar , afinal de contas já estava tarde.
Mas ela não estava com sono, a madrugada fazia ela refletir sobre tudo que acontecera naquela tarde, naquela semana, naquele mês. Os últimos acontecimentos foram de grande impacto em seu psicológico, poderia ter sido pior, mas mesmo assim foram profundos.
Foi naquele dia, que veio o medo. Medo de tomar mais atitudes precipitadas. Medo de fazer algo que não soasse bem ao ouvido de quem ela mais se importava naquele momento. Medo da perda, ou até mesmo o medo de continuar nessa incerteza.
Ela precisava de palavras, mesmo que muitas atitudes tivessem sido tomadas, mas ela estava tão cega que não conseguia enxergar nada.
Ela falou. Ela tinha medo da resposta depois de tanto ter falado, e acabou pedindo por silêncio. Passaram dias, e agora o que ela mais precisa é de uma resposta. O silêncio que ela pediu, agora lhe atormentava. Ela precisava de uma resposta.
Mesmo que fosse um ...
- Não!

Ela precisava viver sem aquele tanto de medo.

Aprendi.


.


Aprendi que devo dizer adeus para as pessoas que eu amo, e deixando-as existentes em meu coração. Que sorrir é necessário. Sorrir pra quem não gosta de mim para mostrá-las que sou diferente delas ou do que elas pensam sobre mim. Sorrir, quando na verdade quero é gritar as minhas dores.
Passei a fingir que tudo está bem quando na verdade está péssimo, para que assim eu acredite que tudo vai melhorar. Falo muito, mas aprendi a me calar e ouvir.
Os erros? Incontáveis, porém necessários, aprendi muito com eles. Pois a cada dia tento ser uma pessoa melhor. Passei a ser mais forte para ajudar os que eu amo, quando eles estão com problemas, e a ouvi-los quando precisam desabafar.A ser mais carinhosa com todos que precisam do meu carinho, e também porque preciso do carinho deles.
Aprendi a mostrar o meu amor, para quem amo. Porque quem sabe assim, eles possam me amar também.

Drugs!


.


Kerollaine encontra-se mais uma vez cantarolando:
- Te dei o sol, te dei o mar
Pra ganhar seu coração.
Você é raio de saudade,
Meteoro da paixão,
Explosão de sentimentos
Que eu não pude acreditar.
Ah! Como é bom poder te amar! ♫♪

Sua mãe ao chegar em casa, pergunta:
- Que isso Kerollaine?

- Música né mãe, estou cantando!

- Pois pare. Isso não é música , é POLUIÇÃO SONORA.



...FATO


Tentativa.


.

- Manuele prepare a sala de cirurgia por favor?
- Ele vai ser mais um para ganhar experiência Dr. Marco?
- Claro que não, vamos operá-lo para tentar salvá-lo.
- Mas... O senhor não acha , quer dizer ... Ele já está em péssimo estado doutor, ele está ( a menina gagueja ) quase morto! Pra que operá-lo?
- Ainda há respiração e o coração ainda bate. Então à uma tentativa.

Cinco horas depois.

Vem o doutor de cabeça baixa, enxugando as mãos.
A enfermeira se aproxima, olha em seus olhos e percebe o que houve pela tristeza em seu olhar. O Dr. Marco lhe pergunta:
- Onde está a família?
- Logo ali doutor , mas antes, posso lhe fazer uma pergunta?
- Sim.
- Deve ser muito difícil da uma noticia dessas. Como o senhor consegue, ser tão forte?
- Querida Manuele, lembra quando você disse que ele já estava quase morto, e em seguida me perguntou pra que operá-lo, e eu lhe disse que ainda havia uma tentativa?
- Lembro-me sim.
- Essa é a minha força para dar a notícia a família...


... Agora posso dizer a eles que tentei de tudo!






.


.

O único digno de idolatria,
e do mais sincero e verdadeiro amor.
Aquele que nos protege, nos acolhe.
Que limpas nossos olhos quando eles choram.
Aquele que só de ouvir , ou pensar em seu nome
já transforma vidas e enche corações de alegria.
Aquele que nos amou, nos curou e libertou.

Jesus , eu te amo !


.

Queria te ter de volta em meus braços
Mas você nunca foi meu
Queria viver o sonho
Onde vou ao encontro teu
Mas, a cada dia que passa
Meu destino se separa do seu.
Ingrid Rodrigues

Até quando...


.


Vim aqui por meio de palavras tentar expressar o que vivo e sinto.
Já que meus sentimentos é tão difícil de transmitir, não sei se foi eu que me fechei para o mundo, ou o mundo que se fechou para mim.

O mundo é aquela pessoa que sem perceber consegue tudo de você.
É aquele pessoa que você ama mas por escondido. E de tanto tempo se escondendo, a cada dia vai ficando mais difícil e mais dolorido esconder tanto carinho.
A questão é...
... falar ou continuar escondendo?

Vamos ver até onde meu coração suporta.