> Palavras não ditas.: Abril 2011

Querida futura namorada ...


.



Não me ame por minhas qualidades nem pelo meu romantismo.
Me ame por minhas caretas, pela música alta que eu ouço no carro, pelo cabelo bagunçado, pelo jeans folgado que parece ser do meu avô…
Não me ame por eu te mandar flores…
Me ame por eu roubar sua batata frita durante o filme, por te molhar com refrigerante e rir, por assanhar seu cabelo - e por saber que você vai detestar quando eu fizer isso.
Não me ame por eu lembrar do dia dos namorados e te levar pra jantar…
Me ame por eu te levar pro cinema em plenas duas tarde, te obrigar a enfrentar a fila comigo enquanto eu conto piadas ridículas sobre sapatos e pokemons. Me ame por eu rir dos romances e chorar nas animações.
Não me ame por minha seriedade.
Me ame pelo meu jeito bobo de agir, por minha mania de rir à toa, de fazer babaquices na rua - como te puxar pra dançar do nada e perguntar seu nome - e corrigir, dizendo que não, seu nome não é esse, seu nome é o apelido idiota que me vier na mente naquele momento.
Não me ame - por favor - por nunca olhar para outras garotas.
Me ame por olhar as outras e nunca encontrar nelas o que tem em você. Por repetir mil vezes que nenhuma outra vai me fazer sentir como se voasse entre as nuvens e mergulhasse numa taça de sorvete. Me ame por não me importar de estar cercado de outras, sendo que meu pensamento vai ser sempre e somente em você.
Não me ame por te olhar como se você fosse uma deusa.
Me ame por te olhar como se você fosse meu travesseiro, por querer te agarrar em pleno lanche e sujar suas bochechas com catchup, por te olhar nos olhos antes de te dar um beijo e dizer que você é meu ursinho de dormir - me ame por ser ridículo e falar coisas ridículas.

Não me ame pelos motivos errados.
Me ame por te amar tão intensamente, a ponto de ser impossível pra mim fingir ser quem não sou.


autor desconhecido


Qualquer coisa que você faça...


.


... será insignificante, mas é muito importante que você o faça. Você pode não saber qual é o significado da sua vida, e não precisa. Precisa apenas saber que ela significa alguma coisa. Toda vida tem um significado, mesmo que dure 100 anos ou 100 segundos. Toda vida tem. E cada morte, muda o mundo do seu próprio jeito. Ghandi sabia disso. Ele sabia que sua vida significava alguma coisa para alguém, em algum lugar, de alguma forma. E ele sabia com muita certeza que ele jamais saberia o significado dela. Ele entendeu que viver a vida, deve ser mais uma grande preocupação, do que um entendimento. E eu também. Você pode não saber, então não leve isto por certo, não leve isso muito a sério. Não adie o que você quer, não deixe que nada o impeça. Apenas tenha certeza, de que as pessoas com que você se preocupa saibam. E tenham certeza do que você realmente sente, porque só assim tudo pode acabar.

Remember me.

Amanhã pode ser tarde demais


.


O seu amor, amanhã, pode já ser inútil;
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso;
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada;
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida;
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais necessário;
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar outros braços…
Porque amanhã pode ser muito… muito tarde!"


autor desconhecido