Foi por acaso?

Nas minhas aventuras de criança, nas minhas mentiras ingênuas, nos meus sonhos impossíveis,
lembro- me que um deles era me casar com o menino perfeito. Sua imagem era projetada na minha mente, de forma embaçada, onde seu rosto nunca me era legível, mas, eu sabia que ele era perfeito, que nem seu nome. Eu dizia para mim mesma que um belo dia este rapaz iria aparecer em minha vida.

Enfim o que eu quero dizer, é que eu nunca tinha conhecido uma pessoa com este nome. Afinal, há coisas na vida, que são coincidências, outras irrelevantes, outras de extrema importância. Mas há também, aquelas que passamos anos esperando que aconteça, e quando elas acontecem...
... elas simplesmente acontecem.
E vão acontecendo, e é bom que deixamos acontecer.

Uma vez que, o que for pra ser será. Queria que meus sonhos de criança tornassem-se real.
Pode ser que sim , e eu tenha uma linda história pra contar para os meus netos , ou pode ser somente mais uma história bonita, passageira, mas de extrema importância. Afinal de contas nada acontece por acaso. E se no acaso acontecer, sorte minha que acasos também acontecem.
Então vou deixando acontecer.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas